quinta-feira, 5 de março de 2015

Aprendendo com a formiga

Se existe  um comportamento  que deve ser extirpado da vida dos servos do Senhor, é a preguiça.
"Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? "Pv. 6.9
A preguiça é um parasita, um vício  que  nos deixa letárgicos em vários sentidos. Não entendemos quando a nossa vida permanece estanque porque  não analisamos o nosso proceder relapso e negligente com os nossos afazeres. A falta de vigor, de força de vontade e de disposição para realizar tarefas que nos possibilitam alavancar é,  muitas vezes, a causa de permanecemos na inércia. A preguiça anda de mãos dadas com o desleixo. Deus não se agrada da preguiça, daquele que faz as coisas de qualquer maneira, Deus não se agrada do "relaxado". Se amamos e tememos a Deus, devemos  fazer  tudo com  esmero.  A Palavra de Deus nos ensina, através do  exemplo da formiga, a sermos  dedicados, perseverantes zelosos e  precavidos. O preguiçoso não pensa no futuro, não considera suas necessidades e passa por privações constantes. 
 O trabalho é uma bênção de Deus para o homem. Ao contrário do que pensam alguns, ele não é castigo e nem fruto do pecado. Mas é uma atividade de honra.
Existem pessoas que estão imersas na preguiça de tal maneira que  isso acaba  refletindo também  no serviço a  Deus, eles são desleixados com o seu estudo, trabalho, família, corpo, enfim, são negligentes e despercebidos do grande mal que causam a si mesmo como amantes do comodismo.
" O que trabalha com mão remissa empobrece; mas a mão do diligente enriquece". Pv.10.4
 O preguiçoso está fadado à miséria. 
Se quisermos prosseguir exitosos, devemos rejeitar essa prática maldita. 
Vai ter com a formiga, ó preguiçoso!
Amo vcs
Clebia ✌

6 comentários: