sexta-feira, 5 de junho de 2015

Ele tem a interpretação correta

Alguma vez alguém já interpretou erroneamente as suas motivações? Já julgou suas intenções? 
Importante demais compreendermos que além de saber o que fizemos, Deus sabe  porque fizemos.
Mesmo quando os mais próximos, aqueles que nos conhecem, nos entendem mal, Deus conhece o nosso coração, Ele sabe da verdadeira história.
Certa vez Jesus declarou:
"Jesus, vendo Natanael aproximar-se dele, disse a seu respeito: Eis um verdadeiro israelita, em quem não há dolo! "Jo. 1.47
O interior daquele homem, seu caminhar não estavam despercebidos diante de Deus.
Nos momentos de dores e aflições, Jó encontrou consolo nessa verdade: 
" Mas ele sabe o caminho por que eu ando..."Jó 23.10
Ele entende cada pensamento e cada intento do nosso coração,  o salmista expõe essa verdade de maneira muito clara. 
"Esquadrinhas o meu andar, e o meu deitar, e conheces todos os meus pensamentos" . Sal.139.3
Portanto, saber que não há como acontecer uma interpretação desfocada, por parte de Deus, sobre os nossos pensamentos e intenções , nos traz tranquilidade e segurança. Com ele,  não precisamos nos preocupar se houve ou não a compreensão correta, porque o Senhor não falha em seu conhecimento pleno. A sua Onisciência é absoluta. Nada escapa ao conjunto de informações que Ele possui de tudo e de todos. Se houve má interpretação, não foi e nunca será da parte de Deus, pois Ele nos conhece inteiramente e tem a correta percepção sobre nós.
Amo vocês 
Clébia ✌

5 comentários:

  1. Importa que as nossas ações sejam motivadas, única e exclusivamente, em agradar a Deus, sem nos preocuparmos em sermos interpretados de maneira incorreta pelos homens. É perante Deus que iremos prestar conta de tudo que fizermos e deixarmos de fazer nessa vida.

    O apóstolo Paulo no livro de I Corítios 4:3 demonstra que não se importa com o julgamento humano sobre suas ações:

    " Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por tribunal humano; nem eu tampouco julgo a mim mesmo".

    Pelo contrário, diz que o julgamento correto e justo somente procede de Deus: " Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trarà à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manisfestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus." ICo 4:5.

    Bom dia!!!

    ResponderExcluir