sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Compaixão sem limites

Os evangelhos nos mostram que Jesus sempre se comparecia dos necessitados: 
Quando a multidão que o seguia estava com fome; compadeceu-se da multidão desorientada como ovelhas sem pastor; compadeceu-se profundamente do leproso; compadeceu-se da multidão sofredora e curou os enfermos; cimoadeceu-se  da viúva de Naim,  do endemoninhado de Genesaré,  da mulher que foi pega em adultério...são Inúmeros os casos de milagres e bênçãos derramadas pelo Senhor Jesus aos que sofriam algum tipo de necessidade.
" E se maravilhavam sobremaneira, dizendo: Tudo tem feito bem...Mc.7:37.
A compaixão nos identifica com aquele que sofre. O Senhor sempre se prontificou a atender aqueles que o buscavam, foi assim com Jairo, na ocasião da doença e morte de sua filha, foi assim com o cego Bartimeu e com Marta e Maria em relação ao seu pedido pela vida de Lázaro.
Ele não mudou, continua atendendo às necessidades daqueles que o buscam com fé. Não há porta fechada em Cristo!  Ele atende ao nosso clamor com compaixão, Ele escuta o nosso pranto com misericórdia e nos atende em seu amor incondicional. 
Apresentar a nossa necessidade a Cristo é uma tarefa nossa, o mais,  Ele proporcionará a fim de suprir o que necessitamos e nos fazer felizes e maravilhados com Seu poder absoluto de inclinar o coração para aliviar a  nossa dor, para suprir a nossa necessidade seja ela de qual nível for!
Amo vocês 
Clébia ✌

2 comentários: