sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Pergunta impactante

Imagino o quão penetrante foi essa  pergunta :
" ... disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me ...? Jo. 21.15
Esta pergunta acontece, mesmo Pedro tendo negado Jesus. 
Será que Ele não sabia dos sentimentos de Pedro? Claro que sim, Ele é onisciente, mas a pergunta foi penetrante e muito reflexiva para  Pedro. Acredito que naquele momento o discípulo analisou, constatou, ponderou o que realmente havia em seu coração. E se ele era  capaz de amá-lo com todo o seu coração, de forma profunda e incondicional. Nao queria tratar do significado que a palavra "amor" possui no grego,  mas  a mais significativa usada por Jesus, referente ao amor completo e incondicional,  Jesus faz a mesma pergunta três vezes a fim de que  Pedro refletisse na sua resposta e não fizesse como na ocasião da crucificação que mesmo dizendo que o negaria o fez e o fez por três vezes. 
"Respondeu-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo algum te negarei. E o mesmo disseram todos os discípulosMt.26.35
Jesus desejava que Pedro reconhecesse que não podia ser fiel  sem a ajuda do seu Senhor 
Pedro reconheceu que o seu amor pelo Senhor Jesus era falho, não era completo, era como se amasse  a qualquer amigo, respondendo que o amor que tinha em seu coração por Jesus não era o "amor incondicional".
O que nos deixa perplexos  é saber que o Senhor  aceita este amor falho,  este amor cheio de imperfeições  que Pedro e todos nós temos para com ele. 
Amá-lo inteiramente requer priorizá-lo! Isso é possível com a ajuda dele e com a disposição do nosso coração de tê-lo como a primeira pessoa em nosso coração,  a mais importante,  a mais significativa,  a que ocupa o trono, o lugar de honra,  o centro!  
Amo vocês 
Clébia ✌

4 comentários: